Oi!

A história da página 404 do meu site

A história da página 404 do meu site

Olá pessoal, hoje vou contar como surgiu a página 404 personalizada desse site.
Confira ela neste link página 404.

Afinal que diabos é uma página 404?

A página 404 é um erro que o site retorna para o usuário quando ele não consegue encontrar o conteúdo solicitado pelo link digitado, isso pode ocorrer por erro de digitação, mudança dos links permanentes, ou até mesmo uma página que não existe mais.

Por que criar uma página 404 personalizada?

Muitas vezes ao ver aquela bela página branca escrito 404 acaba irritando o usuário, para isso podemos contornar inserindo uma busca, ou até uma mensagem que direciona para home do site.

Mas é ai que se abre uma grande oportunidade, por que não explorar um problema e reverter a situação proporcionando uma experiencia no mínimo engraçada para o usuário, que tornará algo frustrante em algo bom, são nos detalhes que você pode melhorar o dia de alguém.

Quando ainda trabalhava em agência de publicidade, tinha acabado de fazer o novo site da agência, foi um grande desafio pois ali que comecei a me aprofundar no estudo da força, conhecido como JavaScript hehe.
Eu havia visto uma postagem sobre as páginas 404 mais interessantes já criadas, este link do Techtudo, achei muito legal então quis implementar uma no novo site da agência.

Por que dinossauro?

Meu Amigo Diretor de arte Flávio Santos soltou a frase:

Que tal dizer que a página foi extinta?

Pow eu já adoro dinos, Jurassic Park é meu filme favorito, ta aí, extinção, vamos colocar um dino e um meteoro nessa página!

E começou o trabalho, setTimeout, setar classes, animações com css keyframes, enfim nasceu a linda página.

Toda a agência gostou, acharam legal o tema que amarrou super bem, porém ela tinha uma falha mortal…

A página tinha um timer que redirecionava automaticamente para home, isso parece bom, mas o problema é que a agência tinha dezenas de links complexos, os quais a chance de se errar a digitação deles era absurda, e quando errava, era direcionado para a home, assim a pessoa tinha que digitar tudo de novo!

O boss, achou que era vírus, e pediu para retirar a página do ar ao invés de apenas consertar o redirecionamento automático, assim a página 404 também foi extinta.

Porém anos depois, com a tecnologia de manipulação de DNA, o site wilker.com trouxe o dinossaurinho de volta a vida, bom pelo menos uma vida momentânea até o meteoro colidir hehe.

O que aprendemos com a história de hoje amiguinhos?

Aprendemos que as páginas 404 podem ser aproveitadas para melhorar a interação com o usuário e proporcionar uma experiência gratificante, mas que devemos tomar cuidado ao automatizar as coisas, planeje bem suas ações e sempre pense na usabilidade.

Compartilhe ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Novidades